Cimento Portland

CIMENTO PENTEADO EM BAGÉ

Em 1756, o inglês John Smeaton, por meio de calcinação de calcários moles e argilosos, adquiriu um produto de alta resistência. O francês Vict, em 1818, obteve resultados semelhantes aos de Smeaton, pela mistura de componentes argilosos e calcários. Ele é considerado o inventor do cimento artificial. Em 1824, o inglês Joseph Aspdin queimou conjuntamente com pedras calcárias e argila, transformando-as num pó fino que após misturado e seco tornava-se duro quanto as pedras empregadas em construções, chamado de cimento Portland.

No Brasil, estudos para aplicar os conhecimentos relativos à fabricação do cimento Portland ocorreram em 1888, quando o comendador Antônio Proost empenhou-se em instalar uma fábrica na fazenda Santo Antônio, situada em Sorocaba-SP. A produção em escala industrial no Brasil iniciou no final do século 19, diminuindo a importação de cimento e abastecendo o mercado de produto nacional. A usina de Rodovalho lançou em 1897 sua primeira produção –…

Ver o post original 36 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s